Como aproveitar o bom momento do e-commerce

Share to Facebook Share to Twitter Share to Google Plus

Desde o ano passado, quando já sabíamos que o país estava em recessão, as lojas virtuais brasileiras conseguiram manter o crescimento

É inquestionável que estamos passando por um momento difícil na nossa economia. A crise está aí e, infelizmente, já é visível em quase todos os setores. Isso mesmo, quase todos. Existem nichos de mercado que estão conseguindo crescer mesmo neste período de turbulência, como o mercado de e-commerce.

Desde o ano passado, quando já sabíamos que o país estava em recessão, as lojas virtuais brasileiras conseguiram manter o crescimento. De acordo com dados da e-Bit, em comparação com 2014, houve um aumento nominal de mais de 15%, atingindo mais de R$ 41 bilhões em vendas. No total, foram 106,5 milhões de pedidos com um tíquete médio de R$ 388, 12% maior do que em 2014.

E 2016 não será diferente. Segundo uma pesquisa da empresa PayPal, em parceria com a Ipsos, o mercado de e-commerce voltará a registrar crescimento. Desta vez, a expectativa é de que cresça 24%. No entanto, o crescimento individual de uma loja na web não será uma tarefa fácil. O motivo é simples: o segmento cresce continuamente, assim como a quantidade de lojas virtuais. Por isso, quem quiser aparecer e vender terá que investir em fidelização.

Existem algumas estratégias que o empresário e o empreendedor podem utilizar para garantir a fidelização do cliente. Uma delas é oferecer um ambiente seguro por meio do Certificado SSL de uma empresa reconhecida na web. Mas não adianta só inserir o Certificado, tem que investir na comunicação. Mostrar aos clientes que o ambiente é seguro e possui um Certificado SSL de uma empresa respeitada no mercado.

Outra estratégia é facilitar o login na sua loja virtual por meio do Certificado Digital. Hoje, mais de 3 milhões de pessoas têm Certificado e usam diversos serviços na web por meio dele, que dispensa o uso de login e senha e facilita a autenticação. São clientes ávidos por facilidade e comodidade na hora de comprar. E não são só os clientes que ganham com o login por meio do Certificado Digital. A loja virtual fica protegida contra o chargeback, o não reconhecimento da compra, porque tudo que é executado com o Certificado tem valor jurídico e não pode ser repudiado.

Maurício Balassiano é diretor de Produtos e Tecnologia da Certisign

Fonte: Administradores